Relações Públicas Internacionais: Inserção da disciplina nas universdades brasileiras

Aluna: Marion Litaiff

Orientadora: Aline Lira

Ano: 2014

Resumo:

Este trabalho é o resultado de uma investigação a respeito da abordagem internacional na formação em nível superior dos profissionais de Relações Públicas no cenário globalizado, feita através da análise da inserção da disciplina Relações Públicas Internacionais (RPI) nas universidades brasileiras. Primeiramente foi realizada uma pesquisa a respeito da origem e história das Relações Públicas, e acerca das diretrizes e estruturas curriculares dos cursos da área. Em seguida, foram abordados os temas de globalização e multiculturalidade, que introduziram a conceituação e caracterização das Relações Públicas Internacionais. A terceira fase do trabalho aborda Relações Públicas Internacionais na educação superior através da análise da inserção da disciplina nas matrizes curriculares dos cursos de graduação em Relações Públicas, disponibilizadas online pelas universidades. Para a realização deste trabalho, foram utilizadas como metodologia as pequisas documental e bibliográfica, que possibilitaram a investigação sobre o assunto e a elaboração de quadros e gráficos que representam a presença da RPI  no Brasil. Com os resultados obtidos, foi possível verificar que a disciplina Relações Públicas Internacionais ainda é ofertada em  um número baixo de instituições, que, em sua maioria, estão localizadas nas regiões Sul e Sudeste.

Palavras-chave: Globalização, Relações Públicas, Relações Públicas Internacionais, Educação Superior.

Anúncios

AVALIAÇÃO DOS INSTRUMENTOS DE COMUNICAÇÃO DIRIGIDOS AO PÚBLICO INTEIRO DO INSTITUTO NOKIA DE TECNOLOGIA EM MANAUS

Fábio Pereira Cardoso

Orientador: Thalita Vale da Costa Mattiazo

Ano: 2009

Resumo

Esta monografia realizou um estudo a respeito dos instrumentos de comunicação dirigida do Instituto Nokia de Tecnologia (sede Manaus) sob a ótica daqueles aos quais esses instrumentos são direcionados, o público interno. Elaborou-se um questionário com perguntas fechadas e abertas, depois foi distribuído para uma amostra aleatória correspondente a 25%  do universo total de colaboradores. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar o conhecimento e a opinião do público interno quanto aos instrumentos de comunicação dirigida Os resultados mostram que vários veículos de comunicação não são do conhecimento dos colaboradores, e que veículos como o “Mura” e o “iComms”  (comunicação via e-mail) não obtiveram o resultado esperado (100% de conhecimento dos colaboradores), visto que são instrumentos presentes há mais tempo e tem uma utilização mais frequente no dia-a-dia da organização. É possível ainda observar as divergências de opiniões entre os instrumentos um entrevistado elogia a boa localização e outro afirma que tal instrumento fica escondido. Com base no estudo sobre o tema e diante do resultado obtido com a pesquisa, este trabalho propõe algumas sugestões para a melhoria da comunição dirigida ao público interno do INdT Manaus. 

UM ESTUDO SOBRE A COMUNICAÇÃO INTERNA DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS- SECCIONAL AMAZONAS

Autora: Jaqueline Dias Cabral

Orientador: João Felipe Omena Câmara

Ano: 2013

Resumo

  Esta monografia tem como objetivo investigar a comunicação interna da Associação Brasileira de Recursos Humanos- seccional Amazonas, uma organização do Terceiro Setor que visa á disseminação do conhecimento na área de recursos humanos para capacitar pessoas e organizações. A pesquisa foi desenvolvida por meio de um estudo de caso, identificando e avaliando as características e necessidades da organização, especificamente no campo da comunicação interna. A análise dos dados obtidos possibilitou a proposição de um plano de comunicação interna baseado no modelo de Tavares (2010). A relevância desta pesquisa reside aperfeiçoamento das atividades de comunicação.

 

 

Série Professores – Laura Jane

Imagem

Laura Jane

Laura Jane Vidal Bezerra é professora assistente do curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Ela é graduada em Comunicação Social – Relações Públicas e em Administração ambas as graduações realizadas na UFAM, também é especialista em Teorias e Métodos de Pesquisa em Comunicação Social pela UFAM além de ter um mestrado em Ciências Ambientais, pela mesma universidade. A professora Laura é doutoranda do Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia da UFAM. Tem experiência na área de Comunicação, particularmente em Relações Públicas, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação organizacional, comunicação sindical, movimentos populares, meio ambiente e marketing. Ela também é membro do grupo de pesquisa Comunicação Social: Estudos Interdisciplinares.

AGEXCOM – UFAM

agexcom

AGEXCOM

 Criado a mais de 10 anos, pelas professoras Aline Lira e Célia Carvalho, o Escritório-escola de Comunicação Social teve por finalidade oferecer ao acadêmico regularmente matriculado no curso de Comunicação Social, a oportunidade para desenvolver atividades práticas nas áreas de Relações Públicas e Jornalismo. Em 2010, a coordenação da Agência Jr passou para o encargo da professora Inara Costa, que, mediante um portfólio, elaborou uma proposta de campanha de reinauguração da agência pelos acadêmicos de Relações Públicas, a fim de prospectar novos serviços. Atualmente, o laboratório, coordenado pelo professor Henrique Wendhausen de acordo com a revisão do projeto pedagógico, foi rebatizado para Agência Experimental de Comunicação (AGEXCOM) e possui uma sala específica no departamento com todos os equipamentos para as atividades a serem realizadas.

 Segundo o livro Memória do Curso de Relações Públicas da UFAM: 35 anos de trajetória, a Agência vem cumprir o papel de laboratório para as práticas das diversas disciplinas específicas, e a qual oferecerá serviços de Organização de eventos, Assessoria e Planejamento em Relações Públicas e Hemeroteca. Para isso, conta-se com alunos bolsistas e voluntários.

Série Professores – Judy Tavares

S1000014

Professora Judy Tavares

A professora Judy Lima Tavares é egressa do curso de Comunicação Social, habilitação em Relações Públicas, pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Pós-graduada em Admnistração de Recursos Humanos, pela UFAM e Mestre em Ciências da Comunicação pela (UFAM). Ela é professora do Departamento de Comunicação Social da UFAM e coordenadora do curso de Relações Públicas. A professora já exerceu a função de Coordenação de Projetos Sociais da Vila de Balbina e possui experiência de atuação na área de Responsabilidade Social e pesquisa na área de redes sociais digitais.

Professores – Henrique Wendhausen

S1000012

Professor Henrique

Graduado em Relações Públicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1994), o professor Henrique Wendhausen possui mestrado em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2000) e atualmente, é graduando do Curso de Direito do Centro Universitário Luterano de Manaus (CEULM). Como professor Assistente do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) desde 22 de agosto de 2009, ele ocupa hoje, o cargo de coordenador da Agência Experimental de Comunicação da UFAM (Agexcom). Além disso, tem experiência na área de Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão de processos comunicacionais, organizações não-governamentais e mídia comunitária.

Dentro do vasto currículo, o professor publicou o livro Comunicação e Mediação das ONGs: uma leitura a partir do Canal Comunitário de Porto Alegre, Porto Alegre: Edipucrs, 2003. E também é autor de vários artigos em livros, como intitulado A geração de diagnóstico nos processos comunicacionais de ONGs . In: Relações Públicas Comunitárias a comunicação em uma perspectiva dialógica e transformadora, KUNSCH, Margarida Maria Krohling; KUNSCH, Waldemar (organizadores), São Paulo: Summus, 2007.