A Comunicação Integrada exige a atuação de um profissional específico, que profissonal é esse?

1010

Comunicação

 Uma vez que as relações sociais ocorrem através de processos comunicacionais, a área de comunicação dentro das organizações também deveria ser repensada, conforme as novas tendências, assumindo uma posição estratégica perante a direção. Mas isso, infelizmente, ainda não é tão comum na realidade brasileira.

  Três mudanças de atitude são essenciais para que a are a de comunicação atinja status de inteligência organizacional e, consequentemente, área estratégica. A primeira diz respeito à adoção da filosofia da comunicação integrada; a segunda, à prática do planejamento estratégico da comunicação, com base em levantamento de dados realizados por meio de metodologias científicas e de desenvolvimento de índices ou métodos de mensuração dos resultados dos planos; por último, mas não menos importante, pelo contrário, a formalização de uma política de comunicação que oriente as ações de relacionamento com os públicos estratégicos, continue lendo: http://goo.gl/dmYa06

Anúncios

Oportunidade para RP

espn1A ESPN convoca para São Paulo possíveis candidatos ao cargo de Supervisor de Relações Públicas. Para isso, veja a descrição e a competência desejada.

Descrição da vaga

  • Coordenar e executar as atividades de comunicação interna , incluindo a criação , desenvolvimento e gerenciamento de ferramentas de comunicação interna; monitoração de resultados.
  • Contribuir para a estratégia global de RP da Cia no Brasil.
  • Propor ajustes e visualizar novas oportunidades de melhoria.
  • Gerenciar agência externa de relações públicas, coordenando seu trabalho, desenvolvimento e aprovação de releases, notas e atividades de imprensa  em geral.
  • Execução de toda rotina operacional da área, incluindo reserva de agenda dos executivos da Cia, processos de  pagamentos dos fornecedores.
  • Coordenar , em alinhamento com RH,  o desenvolvimento da estratégia de comunicação interna, pensando em novos meios de relacionamento com o público interno, além de melhorar os canais já existentes.

Competências e experiência desejadas

  • Imprescindível Inglês fluente para conversação e escrita.
  • Boas habilidades de relacionamento interpessoal para criar relações de confiança.
  • Necessário experiência prévia com coordenação de atividades com altos executivos.
  • Disponibilidades para viagens, inlcusive internacionais.

Não perca essa oportunidade, para mais informações: http://goo.gl/zoCfka

RP está entre os 15 profissionais que mais tomam café

cafeO café, substância muitas vezes usadas para aliviar o sono, é muito agraciado pelas pessoas na hora do expediente.  De acordo com a Superinteressante 4.700 trabalhadores norte-americanos  foram pesquisados pela rede de cafeterias Dunkin’ Donuts junto de profissionais da CareerBuilder, entre Agosto e Setembro. Veja a lista das profissões que mais apresentaram o gosto pela substância:

 

1. Cientistas e técnicos de laboratórios

2. Profissionais de marketing e relações públicas

3. Administradores de instituições de ensino

4. Escritores e jornalistas

5. Administradores de instituições de saúde

6. Médicos

7. Cozinheiros

8. Professores

9. Assistentes sociais

10. Profissionais de finanças (bancários, contadores, etc)

11. Enfermeiros particulares

12. Coordenadores de recursos humanos

13. Enfermeiros

14. Funcionários do governo

15. Trabalhadores autônomos braçais (encanadores, carpinteiros, etc)

Fonte: Superinteressante 

RP está entre as 10 carreiras mais promissoras do Brasil

imagesEm terceiro lugar, vemos que o mercado para o relações públicas, publicitário, mercado e negócios somam juntos 20.853 novos postos de trabalho. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) de 2009 a 2012 foram criados 304.317 postos de jornada integral para profissionais de nível superior no Brasil.

Segundo o estudo, cinco áreas responderam por mais de 40% dos postos de trabalho de nível superior criados no país. Na prática, a cada cem novos empregos, 40 eram destinados aos seguintes profissionais: analistas de TI, enfermeiros, profissionais de relações públicas e publicitários, secretários executivos e farmacêuticos.

O estudo também aponta que  os estados que mais criaram vagas para esses cinco profissionais foram São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Para ler a matérias completa acesse: Veja.com