Relações Públicas: Uma história de 35 anos pra contar

 Na antiga Universidade do Amazonas, o curso de Comunicação Social foi criado em 1969, inicialmente como curso de Jornalismo. Entretanto, a implantação do curso só ocorreu em 1970, com a realização do seu primeiro vestibular, ofertando 30 vagas. No bojo da Reforma Universitária de 1969, aconteceu a reestruturação dos cursos da Universidade no qual o Conselho Federal de Educação estabeleceu os cursos unificados de Comunicação Social, com as respectivas habilitações profissionais. Dessa forma, em 1971, o curso passou a denominar – se Curso de Comunicação Social e, em 1972, definiram – se as habilitações em Jornalismo e Relações Públicas para as turmas que entraram naquele ano.

 No entanto, o ensino de Relações Públicas fazia parte do currículo de Comunicação enquanto disciplina. Em 1975, com a extinção da Faculdade de Filosofia, Ciências Humanas e Letras, o curso de Comunicação foi transferido para o recém – criado Instituto de Ciências Humanas e Letras- ICHL. Este processo resultou na criação do Departamento de Comunicação. A autorização foi dada em 31 de maio de 1975. Após o levantamento do material de pesquisa e respectiva análise, foi elaborada uma proposta curricular com as disciplinas de caráter geral para os primeiros semestres e, em seguida, as de caráter específico, concernente às áreas de habilitação diversificada.

 Em 1975, o curso de Comunicação Social adquiriu os primeiros equipamentos necessários para realização das aulas práticas, sendo que um ano depois foram instalados os primeiros laboratórios.  Atualmente, o laboratório de Relações Públicas, denominado, de acordo com o atual projeto pedagógico, de Agência Experimental de Comunicação (AGEXCOM) está sendo devidamente organizado e equipado para a retomada dos projetos, por meio da Atividade Curricular de Extensão – ACE.

 Em 2011, foi criada a Comissão com a competência para elaborar o Projeto-Pedagógico do curso de Relações Públicas, formada pelo professor Henrique Wendhausen, presidente da Comissão, pelos professores Célia Maria da Silva Carvalho, Inara Regina Batista da Costa, Jonas da Silva Gomes Júnior, Judy Lima Tavares, Maria Emília Pereira Abbud e pelo discente Bruno Henrique Strahm. Este projeto foi aprovado pela Câmara de Ensino da Universidade federal do Amazonas no início de 2012 e está em fase de implantação.

 BARBOSA, Francielma  da C.; COSTA, Inara R. B.Título.In: Memória do Curso de Relações Públicas da UFAM: 35 anos de trajetória. Organizado por Inara Regina Batista da Costa e Jonas da Silva Gomes Júnior. Manaus: EDUA, 2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s