Professora Judy Tavares e as atividades de extensão

Judy Tavares A professora Judy Lima Tavares é mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), pós-graduada em Admnistração de Recursos Humanos, pela UFAM. Bacharel em Comunicação Social, habilitação em Relações Públicas, pela UFAM e professora do Departamento de Comunicação Social da UFAM. Em entrevista ela falou um pouco sobre sua vida profissional e seu projeto de extensão.

1- Por que escolheu a docência?

Quando comecei a lecionar, em 2003, achava que continuaria a atividade, mas que dividiria com outro trabalho, no qual exercia as atividades de um RP. E assim foi até 2006, quando optei em ficar 100% na docência após me identificar completamente com essa área e perceber que para fazer pesquisa e extensão, além da atividade em sala de aula, seria preciso dedicar-me somente a instituição de ensino na qual era vinculada na época. E eu sempre quis lecionar. Levar a experiência do mercado profissional para os alunos que estavam em formação era o que eu queria. O que não sabia era que abriria mão do mercado profissional para dedicar-me exclusivamente à docência.

2- Quando entrou na UFAM? Entrei em 2009, após passar em um concurso público muito polêmico realizado em 2008. Esse concurso foi suspenso e depois de quase 01 ano, quando já nem tinha esperança de que seria chamada, meu nome saiu publicado no Diário Oficial da União. Na época, estava terminando meu mestrado e foi maravilhoso retornar ao local no qual me formei, mas agora como docente.

3- Qual a sua visão de Ensino, Pesquisa, Extensão?Acredito fielmente no equilíbrio desses três elementos. Aliás, a Universidade trabalha sobre esse aspecto, no qual podemos desenvolver nossas pesquisas e apresentar os resultados nos eventos e material científico como periódicos; desenvolver os projetos de extensão, os quais nos permitem levar a vivência da Ufam para a comunidade. E ainda transformar os dados coletados na extensão em papers, artigos e divulgá-los nos eventos da área. E trabalhar o conhecimento científico em sala de aula, formando os nossos alunos através de um ensino maduro e de qualidade. É essa experiência que me completa como docente. Fico encantada em estar em sala de aula, em desenvolver as pesquisas ou orientar meus alunos, e também trabalhar com a comunidade.
4- Qual a área, tema e enfoque de seus projetos? No grupo de pesquisa do curso de RP, trabalho na linha comunicação e ambientes virtuais. As mudanças na forma de interação entre organização e públicos nos ambientes virtuais, por exemplo.6- O que você destaca do projeto? O projeto tem um potencial enorme para permitir que os ex-alunos se façam presente na Ufam. É uma forma de mantê-los ligados à Ufam, conforme suas necessidades. Mas como falei anteriormente, há uma dificuldade na implantação por questões de infraestrutura e também de recursos humanos.
7- O objetivo inicial do projeto foi alcançado ou mudou durante o processo?Ainda não.

 Sobre atividade de extensão:
1- Como foi a ideia inicial do projeto?O projeto de extensão que trabalhava não era do DECOM e sim ligado diretamente à reitoria. O projeto chama-se “Viver Ufam”. Eu não iniciei o projeto e sim dei continuidade ao que já vinha sendo desenvolvido
2- Quais eram os objetivos?

 Objetivo geral: construir relacionamento entre a Universidade Federal do Amazonas e os seus ex–alunos de graduação.

Objetivos específicos:

● Possibilitar o diálogo entre a Ufam e os seus ex-alunos;

● Divulgar as atividades desenvolvidas pela instituição, nas três linhas de atuação (Ensino, Pesquisa e Extensão), permitindo que os ex-alunos tornem-se multiplicadores dos valores e dos propósitos da Ufam;

● Incentivar o retorno à academia, seja para participar de cursos de pós-graduação, aperfeiçoamento ou extensão;

● Integrar e reconhecer os ex-alunos da instituição;

● Prestar homenagem aos ex- alunos de destaque no exercício de suas profissões.

3– Quando começou o projeto?

 O projeto enfrentou várias dificuldades desde o seu lançamento, sendo que o mesmo passará por um novo lançamento no momento em que receber o novo espaço no qual irá funcionar. Oficialmente, iniciou em 2003, ano no qual ainda não estava na Ufam

4- Como o projeto era desenvolvido?

 O projeto tem como estratégia:

● Organização do banco de dados sobre os ex-alunos;

● Oferecimento de produtos e serviços aos ex-alunos;

● Estabelecimento de um processo de comunicação com os ex-alunos;

● Elaboração de um calendário de eventos;

● Busca de apoio e parceria com associações, conselhos e sindicatos profissionais.

 Nem tudo foi implantado ainda pois enfrentamos diversas dificuldades referentes ao processo de infraestrutura do projeto.

5- Quais eram os recursos (humanos, materiais, financeiros) utilizados?

 Recursos

Humanos

  • Coordenador do projeto;
  • Vice-coordenador;
  • 02 bolsistas.

 Materiais

  • Três computadores com conexão à internet, sendo que um dos computadores será usado pelo bolsista que cuidará do design gráfico, devendo ter uma configuração específica;
  • 01 impressora laser;
  • Telefone/fax;
  • Máquina fotográfica digital semi-profissional;
  • Câmera de vídeo profissional;
  • Arquivo;
  • TV;
  • Aparelho de DVD;
  • Três mesas para os computadores;
  • Seis cadeiras;
  • Estantes;
  • Material de expediente (ofício, toner, canetas, lápis, pincéis, apagadores, marcador de texto, clipes, grampeadores, grampos, furadores de papel,
  • Quadro de avisos;
  • Quadro branco;

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s